"Até aqui nos ajudou o Senhor"
1ºSam 7:12

sexta-feira, 28 de abril de 2017

1 projeto por mês: Tricô e crochê

Oi, gentes!!

Embora eu queira muito, não estou conseguindo postar entre um projeto e outro...
Resolvi fazer algumas mudanças na "vida real" e isso está tomando muito tempo. Espero que logo tudo se acerte e as coisas fiquem mais fáceis.

Mas não posso deixar de participar do Projeto do Mês, né?

E continuo na vibe dos netos novos.
Estes projetos, na realidade, começaram ano passado. A intenção era terminar antes do nascimentos dos babys, mas...

Senta que lá vem historia!!

Resolvi, um dia, sem a menor ideia do que fazer, comprar lãs. Escolhi umas que gostei e pronto. Ainda nem sabia da gravidez da família (sim, por que a família engravida junto).
Noticia dada, cabeça de avó começa a trabalhar. E as mãos vão junto...

Resolvi fazer saquinhos para bebês, semelhantes a esse:


O trabalho começa, a lã não dá. Não achei igual - o que fazer?
Adaptações!!!

Para o o Lucca, troquei a cor das lãs.
Havia comprado mesclada de azul e completei com azul claro e escuro.
Ia nascer primeiro (e nasceu), precisava terminar depressa.
Entreguei assim que nasceu, mas como fazia parte de um Projeto só...




Para a Mariana, cismei que queria todo mesclado, então "garrei" procurar as lã pelas lojas de Atibaia.
São dois tons, dá para perceber?
Não achei as lãs, então tive que esperar a esma loja que comprei receber nova remessa dessas cores.

e demorou, por isso o projeto terminou esse mês, com a criança tendo quase dois meses...







Nesse meio tempo, olha o que eu fiz:



Um manta de berço, com "restos" de lã para o Lucca...






E outra, do mesmo material (kkkk) para a Mariana.

Na verdade eu tinha alguns rolinhos de lãs e ganhei vários outros das minhas meninas linda do grupo de Artesanato da Abrapec.




E olha como ficaram:
Lucca, o chumboso lindão, de tão pesado que é

Mariana, também chamada de Marineta, Marilinda, Marivilhosa...

Não são bebes de revista, são meus netos, mesmo...

Fim de mais uma etapa, bem na hora, que o frio chegou. Mês que vem, o que será?


Participantes de Abril:

Alessandra e o Cupcake
Eliana e o Soninho
Marcia e a Placa da Sarah
Sandra e a Limpeza
Sileni e as Divisórias
Zizi e as Ecojóias

Obs: Gosto de deixar aqui apenas parte do nome dos Projetos. Por quê? Nao sei...


Abraços quentes e coloridos procêis!

sábado, 1 de abril de 2017

Corações para Mari: 1 Projeto por Mês

Oi, gentens.

Meu post do 1 Projeto por mês sai com atraso esse mês. Mas sai.
E sem muita conversinha dessa vez (será?)

Eu já´ tinha visto esses "varais" de corações˜ em vários sites, e achado lindo.
E dizia: ainda faço um desses.
Mas quem me deu força foi minha filha Raíssa e Mariana, filha dela.






Raíssa me mandou a foto pelo whatsaap e perguntou se eu conseguia fazer.
Ah, pelamor!!!
Fui desafiada, minha gente!!! Tinha que dar uma resposta.
E dei essa:

No modelo tem cinco, mas resolvi fazer sete corações, pra zerar qualquer dúvida de que eu poderia fazer. Nada, amei as estampas e resolvi fazer mais. 

Nos corações das pontas coloquei perolas, branca e rosa, só´ para dar um charme. 

E eles são soltos, para que as mocinhas possam colocar na ordem que quiserem.


Ainda não entreguei, só´ mandei fotos.
Espero que elas gostem.
Eu gostei. E vocês?


Participantes desse mês:

Alê - Bordado
Eli - A Cômoda (1)
Eliane - a Linda Boneca
Jussara - Organizando
Marcia - Placa o Coelho
Michelle - A cômoda (2)
Silene - Caixa de esmaltes
Tiane - Coelho de meias
Zizi - Identificando malas

Vale a pena conferir cada projeto, estão lindos!

Abraços amorosos para todos.

segunda-feira, 13 de março de 2017

O motivo dos meus...

...sorrisos e afastamento.

Olá, pessoas!
Quando falei em ser mais constante no blog, não era conversa. Mas as coisas foram acontecendo e acontecendo...

Primeiro aconteceu isso:

O Lucca
Filho do Victor (meu filho) e Vania.
Nasceu no dia 15 de fevereiro, um dia depois do aniversário do pai. Grande, gordo e gostoso de pegar. Já dei-lhe uns apertões, que não resisti.
Ele deu uma resmungadinha, mas parece que gostou.E mora o meu quintal, então...
Irmão da Sarah  e do Vinycius.

Depois aconteceu isso:

A Mariana


Filha do Rafael e Raíssa (minha filha), nasceu dia 24 de fevereiro. Miúda, gostosinha e apertável, também. Sei, porque apertei...
Parece que foi o bebê mais esperado do mundo.
Todo mundo sabia que Raíssa seria uma mãezona, mas demorou para engravidar, o povo foi ficando ansioso e nervoso...
Aí chegou a notícia - para noooossa alegriaaa!!!
Parece uma boneca. E mora lá em Itatiba, a 45 minutos de carro daqui, não dá pra ver todo dia...

Olha a avó boba babando.

Babei desse mesmo jeito no Lucca, mas não fotografaram...
Babo ainda nos dois, como babo nos filhos e outros netos. Mas ser avó é outra coisa.
Esta semana me perguntaram se é verdade que amor de avó é dobrado, se avó ama mais que mãe.

Aí respondi (momento reflexão):
- Acho que como a avó tem menos responsabilidade com cuidado e criação da criança, pode se entregar mais facilmente, com mais liberdade à todo o carinho e mimos.
Como filho tem a questão de educar e impor limites. Não que os avós devam deixar fazer de tudo, que eu nem sou assim. Mas é outra responsabilidade menos"pesada", entendem?


Entre um acontecimento e outro, fizemos mudanças na chácara, com envolvimento de pedreiros. Dá pra imaginar?
O pedreiro pode ser bonzinho até, mas dá uma mexida na rotina da gente...

Termino com um conselho básico: Sejam Felizes, que a vida é boa!!

Beijos e abraços procêis tudo.

quinta-feira, 2 de março de 2017

As caixinhas das meninas

Oi, gentes!!

Como estão, firmes e fortes?

Espero que sim. Alias, tenho certeza que sim.  sei que vocês são fortes para estar firmes em qualquer situação que aconteça.
Algumas coisas podem dobrar alguns por uns momentos, mas não por muito tempo.
Não acredita?  Olhe para trás e veja que já passou por vários problemas, mas está aqui, para contar vitória.
Isso vai acontecer de novo e de novo e de novo.

Fim do momento filosófico. Mais ou menos...

Como posso não pensar em passar por cima de problemas ou vencê-los, quando vejo essas meninas lindas?
Artistas da Abrapec, cheias de força e vida, superando coisas que muitos acham impossível e produzindo...

Dessa vez, caixas pintadas. Uma mais linda que a outra.
Criatividade, capricho, bom gosto.




A caixa da Dona Lourdes, tem a tampa forrada em tecido, verde escuro fora e a parte de dentro vermelha.
Paixão!!!











Caixa da Dona Rita, para guardar os remédios do Seu Walter, que o digníssimo esposo dela.
Com letras de mdf que a Mara trouxe.

A Mara, aliás, fez muitas caixas.
Cadê as fotos?
Não tenho...
Tivemos dias tão agitados que não tirei fotos de algumas e muitas que foram tiradas a véia aqui apagou sem querer..

Desculpa, desculpa!!

Mas as caixas dela são MARA!!! Parece trocadilho kkkkk
Caixa da Vania: por fora marrom,  por dentro verde esperança. 
Tampa forrada com tecido dado pela Dona Lourdes. 

Aqui é assim: compartilhamos tecido, cola, tesoura, tinta e afins.






As caixas da Eliete: 


Com recortes de MDF e a parte de dentro azul escura.






Olha que aplicação mais fofa!! É papel para scrapbook. 
Vermelha paixão fora e rosa delicado dentro. 
E brilhos, meu bem, que nóis é chique
















Gente, não consigo virar essas fotos de jeito nenhum.





E as caixas com recortes de mdf, que ela fez para a filha dela - Helena, e para a Mariana, que é...

Conversa pra semana que vem.

Fiquem curiosos, todos!









E essas são as minhas:




Não parece, mas ela é amarela com a parte de dentro roxinha (ou rochinha, segundo o corretor) e o estêncil em vermelho.

Explicar, pra você não pensar que suas vistas não estão boas.
O problema é do lado de cá...








E a minuscula, salmão fora, tecido na tampa e interior verde cavernoso.





Umas fizeram uma só, outras gostaram tanto que foram fazendo e fazendo...
Pense numa pessoa orgulhosa das parceirinhas. Eu!!

Mesmo só tendo uma parte em fotos, todas sabem do imenso orgulho que tenho do trabalho de todas.

Você nunca pintou uma caixinha de mdf?
A maioria delas também não, mas não se assustaram com o desafio - pelo menos acho que não, porque encararam e fizeram.
E bem feito!
Fizeram para si, para presentear...
No processo, todas nos aprendemos uma nova arte, como todo os dias aprendemos com a vida, que é a arte maior.

E você, o que tem aprendido e feito de diferente e bom na sua vida?
Ouse!
E mostra para nós.

Abraços coloridos  procêis.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Projetando o Atelier

Oi!!

Gente, estamos no fim de fevereiro! O tempo voou com tanta coisa que aconteceu esse mês.
E já é hora de mostrar o que fiz para 1 Projeto por mês, do blog Poções de Arte.

E olha que foi difícil decidir...

Vou ter que tomar vergonha e fazer vários posts em março, pra mostrar a "produção" de fevereiro - vocês vão querer ver, né?


Eita mês curto que rendeu!!!

Certo. Como tive que escolher, optei por mostrar meu escritório reformulado, que já tinha dado a prévia das paredes pintadas - hoje o povo diz spoiler...



Outras cositas do lugar:


Cômoda - que já tinha forrado as gavetas com chita e agora finalizei com a pintura.
Usei a mesma tinta cinza da parede, que normalmente é usada para piso.
Maravilhosa invenção: rende bastante, seca rápido, lavável.
Eu recomendo.

Minha mesa da máquina de costura, forrada com chita como a cômoda.
Pra variar, as fotos estão escuras. É um pé de maquina antiga, Vigorelli, que me acompanha há mais de doze anos.

Os mimos de algumas amigas bem diante dos olhos...















Mesa do PC, que era azul, ficou cinza - mesma tinta da parede.

Achei que ficou mais homogênea com a parede (pode usar essa palavra nesse contexto?).







Caixotes de pinus na parede com minhas amadas garrafas...

E o baú, que guarda tecidos e tem mais de cem anos. Pelo menos me disse a moça que me vendeu. 
Mas se for mais novo (ou mais velho) não tem importância. Amei ele quando vi a foto na net.








A mesa de costura. Agora vai!!!!! Ou não...
Uma porta que já comprei forrada e os pés que fiz com pedaços de MDF que maridão trouxe, pintados com batida de pedra preta. Amei!!!

Fiz tudo sozinha. Tô tão orgulhosa de mim!!!

Tem um monte de detalhes que não deu pra mostrar senão ia ficar um post gigantesco - bem que eu queria mostrar tudo...

Ainda não está tudo no lugar. Na verdade tudo aqui muda de lugar sempre, mas já está beeeem do meu gosto.


Desculpem as fotos escuras, mas a camera do meu celular não é muito boa e minha maquinha super potente (kkk) está com a filha em São Paulo. Sabem como mãe é, né?

E aí, o que acharam?


Olha quem participa do Projeto esse mês:

Alê e o Mate do filho
Jussara e o tempo com bolo
Marcia e a mega horta
Sandra e o banheiro novo
Lilian e o Puxa saco
Michelle e a lata decorada
Sileni e as visitas
Tiane e um urso fofo



Atualizando aos poucos:

Ana e os Top Five 
San e a parede

Ó, não é por que dois meses passaram que você não pode participar. Ainda temos muitos projetos pela frente. Vem com a gente!!
Abraços felizes para todos.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Mudanças

Oiê!!!!
Acho que eu não deveria fazer essa postagem. Mas como o que eu acho não vem muito ao caso, lá vai..

Estão vendo essa bagunça aí?
OK, ignorem. Olhem apenas para a parede.
Legal, né? Eu que pintei.  Usei o amarelo para iluminar e o cinza por amor.
Pode ser que vc não goste da pintura, da cor, do estilo...

Então por que estou mostrando?
Para mostrar que todo mundo consegue pintar a parede.  Eu consegui, gente!!!
Pense numa mulher feliz e realizada.


Mais ou menos, que a bagunça que ficou...

Resolvi fazer mudanças no escritório/atelier, para parecer menos baguncina.
Vou mostrar à vocês a medida que for arrumando, mas não aguentei esperar.
Pintei hoje, mas já estou em cólicas com as paredes peladas, sem uma artezinha...
Amanhã tenho Abrapec, então só começo a colocar tuuuuuudo de volta na quarta feira.

Até lá, paciência...
Obs. Estou postando pelo celular, que o PC está desmontado, nem sei como vai sair.
Abraços cheios de tinta e ansiedade procês.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

2017, projetos e coisa e tal...

Pessoas lindas!

Nem sei com que cara venho dizer que estou voltando. Tantas vezes vim, falei e parei de novo...
Então, não vou falar nada, vou postar e pronto. Seja o que Deus quiser...

Fiquei bem desanimada com a net - blog, email, redes sociais...

Mas não posso ficar assim para sempre. Poder, até posso. Mas não quero.
E o que me fez voltar foi o apelo fervoroso (só que não) da Bruxa, do Poções de Arte. Participei durante dois anos, quase, parei o ano passado e resolvi retornar.

Durante o tempo que este blog foi ativo conheci muita gente, fiz amizades lindas. acho que vale a pena voltar.

Meu projeto desse mês começou, na verdade, em dezembro.
Eu e minhas parceiras alunas da Abrapec fizemos Panôs em Juta.






Minha memória de quem já passou dos 25 de idade, não me deixa lembrar quem faz a maioria deles, os de flores.
E nem todos estão aqui.
Estou em São Paulo, Usando o notebook da minha filha e as demais fotos (muuuuuitas) estão no meu PC velho de guerra, em Atibaia.
Sei que as flores foram feitas por Dona Nilza, Emilia, Valéra, pelas duas Marias e uma por mim.

Sei que elas vão me desculpar pela falha e saberão qual é o de cada uma.










Mas todos estão muito bem feitos e já estão enfeitando ainda mais suas casas.




feito pela dona Nilza










Feito pela Emilia
Esta baleia foi feita pela Dona Rita



















Lindos, né?

Fala se não é pra ficar orgulhosa. Elas são ótimas, caprichosas demais.
Pensa numa mulherada animada?
Fora as que eu citei, tem com a gente a Mara, dona Loudes, Eliete e Vania.
Elas alegram minhas terças e quintas feiras.










Este é o meu. Está na porta do meu escritório/ateliê/canto da bagunça.







E este terminei ontem a noite. Está agora pendurado na porta da sala da minha filha em São Paulo, pra ela sentir que está perto de mim, mesmo eu estando no mato e ela na cidade...












Olha mais de perto, todo bordadinho com lantejoulas...                                                                                                                                                                                                                                                                          Chique, meu bem!!!!



Minhas inspirações foram :
1 - panôs como este
Não exatamente este. mas um que eu fotografei quando estive em Recife (futuro post...) mas que era, como este, feito em juta.

2- quadro de botôes da Mari, do ArteCasa.



Não tem nada a ver??
Pode até ser que não tenha, mas me inspiraram...
Peço que me desculpem pelas fotos, junto com muitas outras coisas, fotografia não é meu forte. Ainda. kkkkkkkkk


Participantes de Janeiro - siga o link


Meninas dos blogs, vou atualizando e visitando seus cantinhos aos poucos, ok?

Abraços procês, gente que tem paciência comigo...
Tenham, por favor. 

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Papo sério.

Oi, gentes!!

Como estão?
Trabalhando, estudando, fazendo arte...
A mulherada cuidando a casa, dos filhos e do benhê..

E de vocês, estão cuidando? Ou sempre tem alguma coisa pra fazer e "daqui a pouco eu vejo isso"?
E quando falo de cuidado, não estou falando de unha e cabelo, mas de saúde.
Física, mental, emocional, espiritual.
Não se esqueçam.

Hoje o papo é serio. Será que eu consigo?

Em setembro do ano passado me descobri com diabetes. mas me descuidei, por conta de cuidar dos outros. E agora o corpitcho está reclamando. Não tão corpitcho, que sou fofa - gorda jamais!

Resolvi me cuidar, pensar em mim também. Tá, que ainda penso em mim depois de.. e de...
Coisa de mulher, né?
Estou fazendo reeducação alimentar, beeeeem lentamente. que os vícios "das comidas gostosas" são grandes.
Troquei o açúcar por adoçante há uns cinco anos, mas comia doce, bolo...
E o pãozinho ainda me persegue.
Mas já consegui deixar o refrigerante, que era outro grande problema. Estou vivendo no estilo AA - só por hoje. Descobri que sinto falta das bolhinhas de gás e não do gosto do refri. Estou tomando água com gás.
Comendo muito mais verduras e legumes (tem diferença???)
Fazendo minhas caminhadas e tal.

Aí descobri no facebook um povo que está na mesma situação que eu - docinhos.
E com eles estou num grupo do whatsaap. Muito legal. Gente espalhada pelo Brasil: Goiás, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro...
Gente alegre, que se ajuda e se apoia. Se fortalece.

Talvez você tenha algo que te aflija, um mal físico ou de outra natureza. Saiba que não precisa estar sozinha nessa luta. Deus com certeza está do seu lado. Olhe pra Ele.
E, além dEle, ou com Ele, existem pessoas que podem te ajudar e apoiar.

Pense em você, na sua saúde.
Cuide do coração, da cabeça, do corpo e da alma. Alimente bem seu espírito.
A vida é tão linda. A festa de comemoração pela sua vitória nem começou ainda!!!
Cuide-se para estar bem e aproveitar.

Não disse que era papo sério?

Abraços de amor e saúde proceis.





quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Flores para você

Oi, gente linda!!!!


Parece que minha semana é maior que a dos outros. Se você leu o post anterior, entenderá.

Passei um bom tempo empenhada em fazer coisas e me afastei do blog de tal maneira, que pensei em não voltar. Mas alguma coisa, nos últimos dois meses me levou a repensar. E cá estou. 

E trouxe para vocês a primeira Dália que me nasceu. De um pézinho que eu julgava morto. 
Isso é bem simbólico

Sempre gostei de plantas, mas as flores não me atraiam muito, nem sei por quê...
Depois que vim para Atibaia e me vi num mar verde de mato e plantas, percebi que faltava uma cor. Umas cores, na verdade.

E sai comprando, pedindo, "catando" na rua... elogiando a planta dos outros, só pra ouvir: Quer uma mudinha  
Vou contar procêis, muitas vezes funcionou.
Essa Dália, ganhei da Dona Tereza. Foi um desses casos. 
Numa caminhada, passamos (eu e a Raquel - parceira de andanças)  na frente da casa dela, que estava cuidando do jardim. Elogiamos, batemos papo, ganhamos mudas. Voltamos outro dia para tomar café com bolo ("nóis é assim") e comprar uns pés de Manacás. Lindos.   


Das várias mudinhas que ganhamos, essa era uma que eu considerava perdida. Estava num vaso, foi para o chão, cachorro passou em cima...
Fui pra Pernambuco (outra história, outro post) e só tinha um matinho naquele lugar. Quando voltei, estava maior, com outra forma. Resolvi observar.

Um dia, apareceu algo como um botão e meu coração já acelerou. Imaginem quando a flor abriu.



Agora tem mais uns botoes prontos pra abrir. mas esse foi especial, pois foi o primeiro.
E é ele que dedico a vocês, que me amam (#convencida) e vem aqui ver minhas artes e ouvir meus causos.
voltem sempre, como eu vou voltar.

Abraços de saudade procêis. que abraço é bom sempre. 

terça-feira, 11 de outubro de 2016

O retorno

E aí pessoas lindas.
Muitas saudades daqui.
Por aqui hoje só pra avisar que na próxima semana voltarei a postar.
Aquela contação de histórias básicas de sempre e as artes.


Me aguardem.

Beijos procês!!!!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Toalha com fitas em Um projeto por mês

Oi, gente!!

Mais um mês que só apareço pra mostrar o projeto.
Nem falo mais nada...

Para este mês venho mostrar a arte das minhas “alunas”, as meninas da Abrapec. São pacientes e familiares de pacientes que se reúnem comigo às sextas feiras para fazer artesanato, conversar, rir...
Este mês, estivemos engajadas nas toalhas de fita.  Meu projeto foi ajudar para  que elas se sentissem felizes e realizadas  com esse trabalho.
E vamos às foto:

 Este é o “molde”, um tecido de étamine, onde a Dona Rita bordou (ela disse que há muito tempo, em aulas que fez) modelos de trançados em fitas para toalhas.  Eu mesma nunca tinha feito  e ela disse que nem lembrava mais. Mas me assanhei e fui aprender  - no olhometro – como fazer, para poder ensinar.


E esta é uma toalha que ela ganhou e trouxe para nós usarmos como molde.  













 Minhas  meninas e suas artes:

Dona Rita, a espanhola de coração mais caridoso que eu já vi...
...e a toalha que ela terminou hoje. 

Dona Nilza, a tranqüilidade em pessoa, uma graça. E ágil com as mãos.  
Olhem a quantidade de toalhas que ela já fez!!






 Em detalhes:


E a Mara, que não queria ser fotografada, mas eu tirei a foto meio disfarçada, nem mostrei a carinha linda e meiga dela. Uma delicadeza de gestos e palavras que me envergonha (eu, a bruta).









E agora que percebi que não fotografei a que a Mara fez, semana passada...
Desculpa, Mara, fiquei tão preocupada em fotografar você, que esqueci da toalha.





Estas são as que eu fiz.
Simples e coloridas. 
Para testar ponto e ensinar. 



Tá, gostei de fazer também, confesso.








E das aulas anteriores sobrou um pedaço de brim da Dona Rita, que levei para casa para fazer barra.
Eu estava lá, o tecido também, mais umas coisinhas... 
Bordei umas “brabuletas” e levei  a toalha hoje. Acho que ela gostou, disse que vai combinar com a mesa dela. Fiquei feliz.






E esta vermelha Dona Nilza fez hoje ( eu disse que ela é ágil) e a preta terminei  também esta tarde.
Vou te falar, toalha preta é ruim de bordar. Ô idéia infeliz, essa minha. Nunca mais!!!


E é isso, gente. Espero que tenha gostado, porque eu amei. Elas tanbém, já que já compraram novas toalhas e fitas.  Ebaa!!!






Participantes do mès

Alê - Porta papel
Amara - Pano americano
Christiane - Pano de prato
Jô Turquezza - Artesanato decoupage
Jussara - Anjinhos de tecido
Lucia - Halloween
Michelle - Painel de TV
Sandra - Outubro rosa
Wesley - Canal no youtube

Atualizando:
Adelaide - Trilho de mesa
Ana - Capa para maquina
Tiane - Presentes feitos com amor


Espero voltar antes do projeto de dezembro. Tenho tanta coisa pra mostrar. 
Torçam por mim. 

Abraços vitoriosos prôceis.